A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Definição de Olho

O que é Olho , Significado de Olho :

Defini��o de Olho no Dicion�rio de Português (pt-br)

s.m. rgo da viso. / Olhar, percepo operada pelo olho. / Fig. Ateno, cuidado, perspiccia. / Indcio de qualidades, defeitos e sentimentos: olho duro, mau, espiritual. / O que distingue, o que esclarece; luz, brilho: olhos do esprito; o olho da alma. / Buraco ou poro de queijo e de certas massas. / Abertura circular ou oval de um prdio. (V. OLHO DE BOI.) / Boto ou rebento das plantas. / Aro de ferramentas por onde se enfia o cabo. / Furo em certos objetos por onde se enfiam linhas ou fios. / Tipografia Relevo dos caracteres que so impressos. / Buraco numa pea mecnica para a passagem ou a articulao de outra pea. // Fam. Menina do olho, pupila. // Fam. Branco do olho, esclertica. // Olho de lince, viso muito aguda, perspiccia. // Olho nu, olho no auxiliado por qualquer instrumento de ptica. // Olho mgico, vlvula eletrnica que indica visualmente a sintonia exata de um receptor; indicador de sintonia. // Arquitetura. Olho de voluta, pequeno crculo no meio da voluta jnica. // Fig. Olho da Providncia ou de Deus, providncia divina. // Olho da rua, o meio da rua, a rua; lugar indeterminado para onde se expulsa algum. // Vista de olhos, olhadela; olhada. // Abrir o olho, estar atento. // Abrir os olhos, cair em si, perceber. // Ser todo olhos, olhar muito atentamente. // Abrir os olhos de algum, mostrar-lhe a verdade, tir-lo da ignorncia em que vive. // Ter olho em algum, vigi-lo, observ-lo atentamente. // Ter bom olho, ser perspicaz, descobrir no primeiro golpe de olhar. // Ter olhos de gato, ver no escuro. // Ter olhos de cabra morta, ter olhos amortecidos, com pouco brilho. // Ter debaixo de olho, trazer de olho, vigiar atentamente; espiar, observar algum com cuidado. // Ter olho de guia, de lince, ter vista penetrante. // Ver com bons olhos, ver com simpatia, com afeio algum ou alguma coisa. // Ver com maus olhos, ver com averso, com desconfiana. // Ver com os olhos do corao, desculpar os defeitos de algum, encontrar-lhe as boas qualidades. // Fam. Pelos olhos, pelos belos olhos de algum, apenas por esse algum, sem nenhum interesse, s por amor, s para lhe ser agradvel. // Meter pelos olhos adentro, explicar de forma clara a algum, mostrar-lhe a evidncia dos fatos. // No tirar os olhos de, no desviar os olhos, no parar de contemplar. // No ver seno pelos olhos de, ser sempre da opinio de algum, pensar como esse algum, imitar em tudo uma pessoa. // Custar os olhos da cara, ser muito caro. // Falar com os olhos, revelar no olhar seus sentimentos e pensamentos; ter olhar muito expressivo. // Comer com os olhos, olhar com ateno e interesse a pessoa amada ou objeto desejado; cobiar. // Deitar olho comprido a, cobiar. // Deitar poeira nos olhos de, pretender iludir algum. // No pregar olho, no dormir. // Dormir com um olho aberto e outro fechado, fingir que dorme; ser desconfiado, precavido. // Fechar os olhos, morrer. // Fechar os olhos a, perdoar, desculpar; fingir que no v; ajudar a morrer. // Prov. Em terra de cegos, quem tem um olho rei, pessoa medocre que pretende passar por grande homem ou muito esperto, entre pessoas ignorantes ou de posio inferior. // Prov. Olho por olho, dente por dente, vingana correspondente ao dano; pena de talio. // — loc. adv. A olho, calcular pela viso, sem pesar nem medir. // — loc. adv. At os olhos, excessivamente, sem poder mais agentar. // — loc. adv. A olho nu ou a olho desarmado, sem auxlio de instrumento ptico; apenas com os olhos. // — loc. adv. A olhos vistos, com toda a evidncia, patentemente; de forma tal que todos vem. — O olho humano limitado por trs membranas: a esclertica, protetora, que forma na frente a crnea transparente; a coride, pigmentada e que assegura a nutrio, que se prolonga para a frente pela ris, com a pupila no meio, abertura varivel segundo a intensidade de luz incidente; a retina, nervosa e sensvel ao excitante luminoso, ligada ao encfalo pelo nervo ptico, e na qual se desenham as imagens que passam atravs dos meios anteriores transparentes do olho (crnea, humor aquoso, cristalino, humor vtreo). Os msculos ciliares, no limite da ris e da coride, fazem variar a convergncia do cristalino, permitindo desta forma a acomodao, cuja amplitude diminui durante a velhice (presbitismo). Os msculos motores do olho, fixados no exterior da esclertica, produzem os movimentos do globo ocular na rbita. O olho pode apresentar defeitos de refrao (miopia, hipermetropia, astigmatismo) e anomalias na percepo das cores (daltonismo, acromatopsia).



[#] ExtremeHost especialista em pequenos e médios sites, servidores NO BRASIL
[#] Hospedagem de Sites por R$ 5,00 mensais.
[#] Artigos ExtremeHost
[#] Lembre-se: W W W . E X T R E M E H O S T . C O M . B R
[#] Registro de domínios .com, .net, .info, .biz por R$ 25,00 anuais.

Adicione nosso site em site favoritos
Salvar no del.icio.us: Dicion�rio Online - Salvar em digg.com: Dicion�rio Online - Salvar no Reddit: Dicion�rio Online - Salvar na Technorati: Dicion�rio Online - Salvar no Yahoo My Web: Dicion�rio Online - Salvar no Furl: Dicion�rio Online - Salvar no Google BookMarks: Dicion�rio Online - Salvar no Live Favorites: Dicion�rio Online - Salvar no Rec6: Dicion�rio Online - Salvar no Linkk: Dicion�rio Online

Copyright 2008 © extremehost.com.br